Guimarães presente na Conferência CiviNet - Civitas sobre Mobilidade Sustentável
19 Mai 2018
Nos dias 17 e 18 de maio, realizou-se, em Cascais, a Conferência Europeia Fórum CiviNET - CIVITAS, que versou sobre o Transporte Público enquanto impulsionador da requalificação e valorização urbana, numa perspetiva económica de competitividade territorial. Durante os dois dias, mais de 30 municípios da rede debateram as questões atuais e pertinentes das cidades, como o Transporte Público e a recente legislação e implementação das Autoridades Locais de Transporte, a Mobilidade Integrada Urbana, como um serviço centrado no Cidadão, a utilização de ferramentas tecnológicas, os modos suaves de mobilidade, como a mobilidade ciclável e pedonal, o valor da paisagem e o espaço público, no que respeita à acessibilidade e à requalificação.

O Município de Guimarães, representado por Jorge Cristino, foi convidado a apresentar a sua estratégia Guimarães Mais Verde, que assenta num modelo integrado de Governança e de implementação das políticas públicas, como são exemplos a Estrutura de Missão e o Laboratório da Paisagem, e que se pauta pela sua capacidade de envolvimento e comprometimento da sociedade. Este processo de consciencialização e sensibilização para a sustentabilidade, considerado uma boa prática, induz a alteração de comportamentos e transforma cada vimaranense num Eco-Cidadão.
No final da Conferência, as cidades membro da rede tiveram ainda oportunidade de acordar um compromisso global que considera os territórios a nível local determinantes no século XXI.

A CiviNet é uma rede regional ibérica, que se integra na Civitas, rede oficial de cidades europeias com a especificidade na área da mobilidade urbana sustentável, da qual faz iparte a Comissão Europeia. Tem como objetivo a partilha de experiências e troca de boas práticas ao nível dos principais fatores de urbanidade, nomeadamente da mobilidade e do espaço público. Através da rede, é ainda possível realizar parcerias para candidaturas a fundos comunitários, com clara vantagem para os territórios.